5 Áreas de Atuação do Engenheiro Civil

De acordo com o MEC – Ministério da Educação, entre todas as engenharias disponíveis, o curso mais buscado por estudantes é o de engenharia civil.

Ou seja, muitas pessoas no Brasil têm o sonho de seguir essa carreira. Afinal de contas, quem trabalha com este tipo de engenharia geralmente recebe bons salários e possui níveis consideráveis de empregabilidade.

Contudo, apesar desses pontos, a engenharia civil é bastante abrangente e por isso há diversas áreas para profissionais atuarem. Quer saber quais são? Então continue acompanhando a leitura deste artigo!

5 áreas de atuação para engenheiros civis

A seguir separamos 5 áreas bastante interessantes da engenharia civil e que costumam atrair grande parte dos estudantes desse curso.

E porque fizemos isso? Porque é importante você conhecer sobre cada uma dessas áreas para assim escolher aquela ou aquelas que tem mais a ver com o seu perfil. Esperamos ajudá-lo (a).

1.   Cálculos estrutural

Esta primeira área é bastante popular entre os engenheiros civis e consiste na realização de cálculos para que estruturas e materiais em construções/obras sejam seguros e resistentes.

Ou seja, este profissional é responsável pelos cuidados que contribuem para uma construção manter-se estável, firme e bem estruturada.

Geralmente o engenheiro que trabalha nessa área fica em um escritório, diferentemente de outras áreas em que são necessárias visitas e avaliações presenciais nas obras/construções.

2.   Construção civil

Clássica. Nessa área, o profissional é responsável por atividades relacionadas a obras – sejam elas pequenas, médias ou grandes, públicas ou privadas.

Ou seja, o engenheiro civil é responsável nesta área por planejar, executar e supervisionar obras, para que tudo saia conforme o previsto e sem grandes dores de cabeça.

Então basicamente ele é responsável desde a escolha dos materiais até o acabamento da edificação.

3.   Geotecnia

O engenheiro civil que trabalha com geotecnia é responsável por planejamentos, supervisões e gerenciamentos de projetos relacionados a obras em solos/rochas, por exemplo, escavações, barragens e fundações.

Este profissional faz cálculos e mede o comportamento (e os efeitos) do solo com base nas obras realizadas em um determinado local.

4.   Estradas e transportes

Nessa área, o profissional projeta e gerencia construções de viadutos, estradas,  rodovias, ferrovias, portos e outros meios ligados ao transporte.

Ele deve planejar e apresentar as melhores soluções para que o sistema de transporte seja o mais eficiente possível, avaliando, inclusive, questões logísticas e de tráfego.

5.   Perícias Judiciais e Perícias Extrajudiciais

Você já ouviu falar em perícias judiciais e perícias extrajudiciais? Provavelmente não ou pouco, certo?

Isso porque elas não são tão abordadas e exploradas em faculdades, o que faz com que diversos estudantes ou mesmo profissionais da área não tenham muito conhecimento a respeito delas.

Porém, o trabalho de um perito é bastante interessante e relevante para justiça, e geralmente oferece bons salários.

Basicamente, a perícia judicial é uma área em que o engenheiro civil auxilia o juiz na resolução de casos, de processos judiciais.

Como? Por meio de análises técnicas e elaborações de laudos que servem como provas para que o juiz tome uma decisão.

Isso porque, um juiz é formado em direito e portanto precisa do auxílio de um profissional, de um expert da área para assim dar uma sentença justa e sem equívocos.

Já as perícias extrajudiciais referem-se a perícias realizadas antes da justiça.

Exemplo

Uma construtora irá começar uma obra e, próximo ao terreno, há vizinhos, pessoas morando. Sendo assim, a empresa de construção faz um laudo de vistoria cautelar para mostrar, basicamente, como os imóveis estão antes das obras começarem.

Isso porque caso aconteça um problema futuramente, a construtora já terá em mãos os laudos que mostram como era o local antes do início da construção, se houver questões na justiça.

E como se destacar em qualquer uma dessas áreas acima?

  • Capacite-se. Busque aprofundar-se na área de interesse, faça cursos, leia livros, etc;
  • Participe de workshops/eventos sobre a área;
  • Faça networking, ou seja, aumente sua rede de contatos;
  • Busque experiência prática;
  • Seja ético (a);
  • Tenha habilidade de comunicação;
  • Mantenha-se sempre bem informado e atualizado.

Dessa forma, você estará investindo em um futuro de sucesso na área de engenharia civil!