Casa própria não é investimento

Rate this post

Gustavo Cerbasi com mais um drops de inteligência financeira, desta vez para falar com você sobre um assunto recorrente, mas que a maioria das famílias tem enorme dificuldade de entender: o “investimento” na casa própria Desde que eu comecei a trabalhar como consultor financeiro, um dos meus maiores desafios é convencer as pessoas de que comprar uma casa ou um apartamento para morar não é um investimento

É bastante simples de entender Quando optamos pela compra de uma casa própria, fazemos essa escolha visando a colocar nosso dinheiro em um lugar que ofereça conforto, segurança e felicidade a nós e a nossos entes queridos, um lar para você chamar de seu A ideia não é multiplicar o montante gasto no imóvel como aconteceria com investimentos Isso é tão verdade que as pessoas que compram uma moradia dificilmente prestam atenção na valorização ou desvalorização do imóvel, até porque não pretendem abrir mão dele, a não ser em situações de necessidade financeira, como liquidar dívidas Para ser um investimento, a casa própria precisaria ter liquidez, que é aquela capacidade que um ativo tem de se transformar rapidamente em dinheiro

E isso não acontece com a casa própria Mesmo nos casos de famílias que prestam atenção para uma possível valorização e optam por vender a residência, o mais comum é que o façam para comprar uma de igual ou maior valor, o que só aumenta o consumo É essa dificuldade em diferenciar consumo de investimento que leva tantos pais a se desfazer de propriedades quando chegam à velhice, já que a falta de planejamento financeiro os levou a passar a vida inteira encostando montanhas de dinheiro em residências Ou que leva pais a chegarem ao auge da poupança e optarem por presentear os filhos com moradias que não podem manter, gerando um endividamento na velhice para eles e, futuramente, para os próprios filhos, que, devido à compra mal planejada, se sentirão obrigados a ajudar no sustento dos pais, prejudicando o controle de seus gastos até a próxima geração Percebe como o problema se torna uma bola de neve e fica cada vez mais grave? Mais importante do que pegar o seu dinheiro e presentear com imóveis é ensinar os seus filhos a cuidarem bem de sua renda, oferecendo uma educação financeira que os leve a viver uma vida melhor, com mais poupança e menos dívidas

E deixar definitivamente para trás a lenda de que a casa própria é um investimento E você? Já cometeu o equívoco de confundir consumo com investimento? Compartilhe sua experiência nos comentários desta página e aproveite para se inscrever no link logo abaixo, que, além de receber em primeira mão os vídeos que você vê neste canal, eu vou enviar para você dicas e ferramentas para te ajudar a cuidar melhor do seu dinheiro e ter mais qualidade de vida Sucesso nas suas escolhas! Um grande abraço e até o próximo vídeo