Como falar sobre seus problemas (e ser ouvido) | Oi Seiiti Arata 09

Rate this post

Oi! Seiiti Arata Quando passamos por problemas e queremos falar sobre eles, como é que podemos falar de modo a sermos ouvidos? Existem quatro passos de comunicação simples que podemos usar para evitar drama ou dar a falsa impressão de que estamos apenas reclamando

No vídeo anterior, nós falamos como parar de reclamar Reclamar é ineficiente quando existem outras opções que podem produzir mais resultados Entretanto, falar sobre nossos problemas pode também ser gratificante, desde que a gente saiba fazer isso de uma forma positiva Isto é o que vamos aprender hoje Pegue seu papel e caneta para que a gente possa começar

1 Esclareça as suas expectativas antes de falar Comece deixando bem claro o que é que você quer Você quer apenas falar e ser escutado? Ou também quer ouvir algum conselho? Você está pronto para começar a criar um plano de ação? Se você está em um momento em que a sua necessidade é apenas em ser ouvido, se você quiser apenas empatia, por favor verbalize isso para que a outra pessoa entenda E existe uma razão para isso, e é o passo número dois: 2

Esteja preparado para receber conselhos não solicitados Esta é a origem de muito drama Fique já preparado para isso As pessoas que gostam de você ter as melhores intenções do mundo Elas querem ajudar a consertar as coisas

Eles querem que você mude, porque eles acreditam que isso vai te deixar mais feliz Talvez eles acreditem que apenas falar não vai te ajudar Nesse caso eles até podem evitar te escutar E isso não é por maldade É muito difícil para os seus amigos e familiares apenas ouvir, apenas ficar ao seu lado e te aceitar como você é

Se eles se sentem sua dor e ouviram os seus problemas, eles vão se sentir compelidos a começar a procurar soluções Aqui o passo três vai se tornar útil 3 Congele o tempo Quando o conselho não solicitado chegar (e vai chegar!) você tem que congelar o tempo

Em outras palavras, pare por um momento e verifique os seus sentimentos Quando eles estão tentando te mudar, você se sente amado, querido? Você consegue sentir que este conselho não solicitado é uma expressão de carinho, de que eles se importam? Se você consegue aceitar isso como um presente, você pode até querer discutir o plano de ação junto com eles Mas vai ter outras vezes que o conselho pode parecer que está te julgando, te colocando pra baixo Talvez você fique com um ressentimento de que o seu pedido de empatia foi ignorado Você pode ficar com vergonha ou até mesmo com raiva quando o seu amigo aponta suas falhas, seus defeitos

E daí é normal que venha o impulso instintivo de se defender Por tudo isso, mantenha o tempo congelado Busque a consciência sobre todas essas emoções que você está sentindo e redirecione para que você possa ter um resultado positivo dessa situação Primeiro faça esforço para compreender a outra pessoa Congele o tempo! Segure o seu desejo de ser compreendido

Primeiro vamos entender o outro As pessoas que nos amam muitas vezes têm grandes expectativas pra nós Elas podem não entender as nossas escolhas É que elas têm diferentes experiências de vida, diferentes valores Tudo isso dificulta a capacidade deles ouvirem com uma mente aberta

Eles olhar para gente através de lentes que projetam a visão do mundo deles pra cima de nós E, lembrando, é assim que eles estão tentando ajudar: eles estão tentando se colocar no nosso lugar e sugerindo como devemos mudar para ter uma vida melhor Entende? Vamos agora para a etapa final 4 Gratidão e voltar a fita O que fizemos até aqui? Nós estamos auto-avaliar os nossos sentimentos e estamos buscando compreender a outra pessoa

Feito isso direitinho nós podemos descongelar o tempo e expressar a nossa gratidão Podemos usar este momento para lembrar a eles que neste momento não estamos ainda buscando mudança Podemos esclarecer que agora, pra gente, é mais importante ter empatia, ou seja, ter alguém ao lado que pode apenas ouvir e aceitar a gente, sem querer que a gente mude Isto é quando você pode usar a técnica de voltar a fita (eu já falei sobre ela num vídeo anterior – aratase/voltarafita )

Nós podemos gentilmente perguntar: "Ei, isso é muito importante para mim agora Você pode por favor me dizer o que é que você entendeu que eu estou precisando? " Neste momento, é provável que essa pessoa diante de você se recuse a responder, dizendo: “Tudo bem, não tem problema, já entendi” E daí você pode sorrir e lembrar: “Eu não perguntei se você entendeu ou não O que eu pedi é que você me conte, com as suas palavras, o que é que você entendeu que eu preciso agora” Ou eles podem lhe dar uma resposta errada, demonstrando que não entenderam que a sua necessidade é de apenas ser ouvido e que você não precisa de conselhos neste momento

A sua técnica de “voltar a fita” será um sucesso quando a pessoa falando com você consiga te dar uma resposta que realmente esteja coerente com as suas expectativas Daí sim podemos dizer que você conseguiu com sucesso falar sobre os seus problemas Um detalhe importante: tem vezes que se você está em perigo, sofrendo abuso violento ou com um problema sério… e nos casos especiais, a pessoa certa pra procurar vai ser um profissional, como a polícia, um médico ou outro profissional licenciado que esteja qualificado para cuidar de você Hoje nós estamos focando apenas em problemas mais leves, quando é apropriado pedir a um amigo para apenas ouvir e conversar com a gente Nosso papo hoje foi sobre as vezes em que precisamos simplesmente de falar sobre os nossos problemas

Queremos apenas ser ouvidos Lembre-se: se você está pronto para colocar a mão na massa, entrar em ação e discutir diferentes idéias e conselhos, ótimo Se você não estiver pronto, use a técnica de voltar a fita para esclarecer a sua necessidade de apenas ser ouvido