DIFERENÇA ENTRE REDAÇÃO ENEM E FUVEST | Lucas Felpi

5 (100%) 1 vote[s]

Oi pessoal, bom dia, boa tarde e boa noite para quem estiver assistindo, meu nome é Lucas Felpi e se você não me conhece esse daqui o é meu canal Se você perceber, já cresceu o meu cabelo, já tá crescidinho.

E hoje eu vim fazer um vídeo que também vocês pediram muito sobre Fuvest, porque vocês falam bastante sobre o meu resultado da Fuvest, que vocês querem muito saber sobre isso, então eu decidir falar sobre as diferenças entre a redação do Enem e da redação da Fuvest Além de ter tirado 1000 da redação do Enem, eu tirei 47 de 50 na redação da Fuvest, que eu também fiz vestibular para entrar na Universidade de São Paulo e eu vim aqui explicar um pouco sobre como eu senti a diferença entre as duas redações, o que eu fiz nas duas redações para chegar nessas notas e como vocês podem estudar para as duas redações Vou deixar aqui um material meu muito extenso sobre isso, tá aqui na descrição o link do meu Drive (o Google Driv)e que tem várias das minhas redações anteriores do 3º ano, tanto modelo Enem quanto modelo Fuvest, então vocês podem ir lá, clicar no link da descrição, e ler as redações pra se inspirar e ter exemplos de quais são essas diferenças que eu vou falar aqui no vídeo Falando sobre gênero textual, as duas redações são texto dissertativo-argumentativo, então quer dizer que nas duas redações você vai ter um tema proposto e você vai ter que dissertar sobre aquele tema, argumentando a favor de uma opinião sua, mas sempre de forma impessoal O que isso significa? Você não pode usar eu, nós, nem primeira pessoa do singular, nem primeira pessoa do plural no seu texto.

Você tem que falar a sua opinião mas de uma forma implícita, uma forma que não apareça explicitamente “eu acho”, “eu acredito”, “na minha opinião”, “nós devemos fazer”, tem que ficar de uma forma impessoal Então você pode usar “é fato que”, “acredita-se que”, “percebe-se que” Mas aí você percebe que tem algumas diferenças na estrutura de texto do texto dissertativo-argumentativo da Fuvest e do Enem Quais são as diferenças? Eu fiz um vídeo falando sobre o meu modelo de redação Enem, eu vou deixar aqui no card para você clicar e poder assistir, e lá e falo como escrever redações Enem, e ele pode ser usado para redações Fuvest Sim, você pode usar aquele modelo para a redação Fuvest também, mas com algumas observações, vou falar aqui quais são.

Primeiro de tudo, o título A redação Fuvest exige normalmente título ,e aí você vai ter que pensar, sim, um título para colocar, exercitar sua criatividade para colocar um título na redação -Oi -Eu tô gravando, tá? -Não entendi.

-Eu tô gravando, tá? -Ah, não? -Tô, eu tô gravando, tá gravando -Ah, tá gravando pra fora? -Não, pra dentro Não tá a minha cara aqui? -Ah, desculpa! -Não, relaxa Eu disse “normalmente” porque você precisa ver no enunciado, na proposta de redação, se lá está escrito que precisa de título Se tiver escrito, você coloca o título, vai ter até um espaço na folha de redação escrito “título” pra você colocar.

Mas se não tiver escrito, quer dizer que é opcional, tanto quanto o Enem No Enem, o título é opcional, então você pode ou não colocar esse título, isso não afeta sua nota Se você ver na própria cartilha de redações que eu fiz com outras redações nota 1000 do Enem, tem redação que coloca o título, sim, e não perde pontos por isso A segunda diferença na estrutura de texto que você tem que observar se você for usar o meu modelo de redação Enem, ou fazer um modelo bem parecido para as duas, é o último parágrafo do seu texto A conclusão do Enem precisa ter uma proposta de intervenção para amenizar ou solucionar o problema, e você precisa falar o que você acha que poderia ser feito para resolver aquilo, mas na Fuvest não é obrigatório isso.

Na verdade, nem é muito recomendado Você pode fazer, mas não vai afetar sua pontuação, então talvez seja melhor você não perder tempo pensando numa proposta, colocando uma proposta, e só concluir seu texto retomando a sua tese, retomando sua opinião, a argumentação do texto, e é muito legal fazer aquela técnica de fechamento circular do texto: lembrar que você colocou lá na introdução e retomar na conclusão No quesito eixo temático, qual a tendência dos temas do Enem e da Fuvest? No Enem, a gente sabe que os temas são muito temas sociais, temas como os algoritmos na internet, a educação dos surdos, a intolerância religiosa, a violência contra a mulher publicidade infantil tudo isso são questões que são muito sociais e normalmente nacionais.

Pensar que o Enem também trabalha muito com realidades brasileiras, e coloca sempre no seu tema a palavra chave “Brasil” No último tema, de 2018, não teve isso, não era um problema tão nacional, era um problema um pouco mais universal, o que foi uma exceção Na redação Fuvest, a tendência são temas mais filosóficos, reflexivos e universais, como por exemplo: a importância do passado para a compreensão do presente (que foi o tema da redação da Fuvest 2019, ano passado), se devem existir limites para a arte, se o homem já saiu de sua menoridade , se as utopias são indispensáveis, inúteis ou nocivas, a camarotização da sociedade brasileira, consumismo todos esses são temas um pouco mais filosóficos do que as questões do Enem.

Mas não importa qual seja o tema, você tem que estar pronto para escrever um texto dissertativo-argumentativo, saber debater aquele tema na sua cabeça, pensar numa opinião, num ponto de vista seu, e defender ele ao longo do texto, não importa se é um tema social, é um tema filosófico, ou qual tema aparecer, mas aí além de você defender sua opinião, defender sua tese, argumentar a favor dela, você precisa, nas duas redações, inserir elementos de informatividade, inserir elementos que sejam da sua autoria, repertório pessoal seu As duas bancas avaliadoras valorizam muito você ir além da coletânea, você não só falar sobre o tema no geral, e argumentar da sua cabeça, mas falar sobre referências pessoais suas, do seu repertório Então por exemplo, se você viu meu vídeo lendo minha redação do Enem 2018, você sabe que eu usei 4 elementos de informatividade lá, eu usei: 1984, Zygmunt Bauman, Black Mirror e Escola de Frankfurt.

Esses são elementos que eram do meu repertório e que não estavam na coletânea, eu coloquei lá em favor da minha argumentação Na minha redação Fuvest, que foi 47 de 50, eu também citei 2 elementos de informatividade e, – pasmem -, é engraçado, é uma coincidência na verdade, eu usei também 1984 e Black Mirror, então assim, não foi porque eu forcei (juro que foi coincidência, prometo) Eu só me sentia muito confortável com essas 2 referências e elas cabiam coincidentemente nos dois temas, obviamente foi por óticas diferentes, perspectivas diferentes, que eu usei essas duas referências nos dois textos No Enem eu usei 1984 falando sobre a manipulação do governo com os dados que era feita sobre a população e na Fuvest eu usei 1984 falando sobre como eles apagavam o passado para alienar população E em Black Mirror, eu usei 2 episódios diferentes nessas duas redações: eu usei Hang the DJ no Enem e eu usei White Bear na Fuvest.

Se você assistiu esses 2 episódios e percebe essa relação, coloca aqui nos comentários Mas então são basicamente essas diferenças e semelhanças entre as redações Enem e Fuvest, eu espero que tenha ajudado Lembrando que a redação do Enem é feita no primeiro dia de prova, junto com linguagens e ciências humanas, e a redação da Fuvest é feita só na segunda fase do vestibular, junto com a prova de linguagens Então fica essa dica: para fazer a redação da Fuvest você tem que passar primeiro pelas questões testes da primeira fase Se você teve curiosidade pra ler essas duas redações minhas do Enem 2018 e da Fuvest 2019, o link na descrição que eu falei do meu Drive, tem também os dois espelhos das duas redações, a minha redação do Enem e da Fuvest, que você pode ir lá e ler, além daquilo que eu falei: o meu material extenso com várias redações anteriores do meu 3o ano, tanto modelo Enem quanto modelo Fuvest, que foram feitas ao longo do meu treinamento pra vocês podem ler, terem como exemplo e se inspirarem.

Então foi isso, espero que tenha ajudado, boa sorte na Fuvest 2020, espero que tenham gostado, muito obrigado, e até a próxima!