Entenda porque o chá-verde é um complemento importante para atletas

Rate this post

Por que o chá-verde é um complemento importante para atletas

Muitos brasileiros usam a cafeína todos os dias e é bom você ficar atento aos benefícios para a saúde. Uma pesquisa da National Coffee Association descobriu que, pelo menos, seis em cada 10 adultos, com mais de 18 anos, tomavam pelo menos uma xícara de café durante o dia. Em outra pesquisa o que também chamou a atenção foi o crescimento do consumo do chá-verde nos últimos anos.

Enquanto o debate sobre qual dos dois é mais saudável para a saúde, agora é hora de olhar para os benefícios do chá quando se trata de esportes. Os atletas que buscam aumentar seu desempenho, em particular, poderiam se beneficiar do efeito estimulante dos chás cafeinados.

Chá e cafeína

Uma xícara de chá tem entre 40-120 mg de cafeína, que é menos do que 95-200 mg do café. Isso faz do chá uma alternativa melhor para pessoas que querem ser moderadamente estimuladas pela cafeína. Os especialistas recomendam não consumir mais do que 400 mg de cafeína por dia, uma vez que beber ou comer demais pode levar a efeitos colaterais, incluindo:

Sentindo-se inquieto

Tremor

Dificuldade para dormir

Tontura

Ritmo cardíaco anormal

Desidratação

Ansiedade

Dependência

atleta servindo-se chá

Quando consumido com moderação, pode melhorar muito o desempenho atlético. Em um estudo realizado pela Universidade Victoria, na Austrália, descobriu-se que o consumo de cafeína pode afetar positivamente o desempenho do single-sprint. Também pode reduzir a fadiga enquanto aumenta a liberação de adrenalina – explicando seus efeitos de melhoria de desempenho.

Chá verde e desempenho atlético

O chá-verde é bem conhecido por suas propriedades de queima de gordura. Um estudo realizado por pesquisadores na Nova Zelândia descobriu que os ciclistas que bebem chá-verde antes de uma corrida demonstraram uma possível relação entre cafeína e desempenho atlético. Um estudo anterior no Japão também descobriu que o extrato de chá-verde pode melhorar a resistência. Usando um modelo de rato, os pesquisadores descobriram que o chá-verde pode ajudar com a capacidade das células musculares de converter gordura em energia.

Em uma revisão publicada no Journal of Strength and Conditioning Research, os pesquisadores concluíram que a cafeína no chá pode impactar positivamente a resistência específica do esporte. Eles também notaram que, em quantidades moderadas, a cafeína pode ser eficaz para aumentar a resistência.

Glóbulos vermelhos e os benefícios do chá

Quando os atletas competem, o sangue – particularmente os glóbulos vermelhos – desempenha uma função crucial no fornecimento de oxigênio para garantir que a energia seja produzida. Em um estudo conduzido pela Universidade Jagiellonian na Polônia, a equipe de pesquisa descobriu que beber chá-verde tem um efeito protetor sobre os glóbulos vermelhos e membranas celulares. Esse efeito pode explicar por que beber chá pode ajudar na atividade física por meio da estimulação da cafeína e das funções de proteção celular.

Beber chá-verde antes de trabalhar

Não são apenas os atletas que se beneficiam do chá-verde. Pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia revelaram que o chá-verde, quando combinado com exercícios, pode aumentar a queima de gordura, tornando-o um grande impulsionador de energia para exercícios melhores e mais longos. Publicado na revista Molecular Nutrition Food Research, a equipe observou que a combinação funcionou melhor do que o exercício sozinho.

De acordo com uma revisão no American Journal of Physiology, o chá-verde aumenta a termogênese (produção de calor) para melhorar a oxidação das células adiposas, graças às catequinas e à cafeína presente no chá-verde.

Se você é sensível à cafeína, optar por chá-verde descafeinado também funciona. Pesquisadores da Penn State afirmaram que oferecem benefícios semelhantes, sem causar o nervosismo depois.