Os dois tipos de pessoas pobres

Olá! Aqui é o Gustavo Cerbasi e hoje eu vou destacar um tema que interessa a muita gente: a busca pela riqueza Óbvio, é nisso que eu sou especialista

Em meu contato com as pessoas ao longo de tantos anos como consultor financeiro, percebi que há 2 tipos de pessoas pobres: existe o pobre com dinheiro e o pobre sem dinheiro Gosto sempre de lembrar que os conceitos de riqueza e pobreza vão muito além do volume de dinheiro que a pessoa possui, e é justamente sobre isso que eu quero falar com você O pobre com dinheiro é uma pessoa com muita dificuldade de encontrar felicidade, sua vida se baseia em números e no acúmulo indiscriminado de bens materiais Por mais dinheiro que essa pessoa ganhe, sempre fica a sensação de vazio que ela tenta preencher com mais e mais aquisições, acaba sempre sendo em vão e o vazio continua lá O pobre com dinheiro nos faz refletir, ele pode enfileirar milhões de reais em sua conta bancária que ainda assim, não encontrará a verdadeira riqueza, ele é pobre no seu jeito de pensar e de ver as coisas

A quem faz parte desse grupo, não cabe em conselhos financeiros, o caminho mais correto é uma orientação psicológica de um terapeuta, por exemplo, ou então reflexões sobre o porquê do trabalho e da acumulação A isso eu dou o nome de "autoconhecimento", que é o que eu quero dizer quando uso o termo "inteligente" nos meus livros: "Casais inteligentes", "Investimentos inteligentes" O inteligente aí refere-se a autoconhecimento Mas agora eu quero focar em outro tipo de pessoas pobres, o pobre sem dinheiro é uma pessoa consciente de que a sua poupança não será suficiente para a sua sobrevivência, essas pessoas, às vezes, adotam uma postura de resignação diante da dificuldade financeira, criam uma espécie de conformismo com a pobreza e pensam sempre o seguinte: "Não tenho dinheiro porque não fiz questão disso" A possibilidade de mudança para uma pessoa pobre, sem dinheiro, está diretamente ligada a forma como ela lida com a sua realidade e com a ideia de futuro

Isso fica bem claro na reação dessa pessoa diante de uma pessoa mais abastada, quando um pobre sem dinheiro vê alguém dirigindo um "carrão", por exemplo, ele pode pensar: "Que inveja! Esse, sim, é um cara de sorte Eu tenho que me contentar com a minha realidade, não nasci em berço de ouro" Percebe a postura resignada desse raciocínio? Com uma mentalidade dessas, realmente fica muito difícil buscar a riqueza e a tendência é continuar pobre quase que por inércia Se uma pessoa pobre, sem dinheiro, vê o mesmo carrão e tem uma mentalidade positiva e proativa, está muito mais perto de dar início a um plano de transformação financeira Nesse caso, a motivação é o que prevalece

Voltando ao exemplo anterior, seu raciocínio seria: "Que inveja! Esse, sim, é uma cara de sorte Como será que ele chegou lá O que eu preciso fazer para ter um desses também?" Viu só a diferença de mentalidade? "O que eu preciso fazer?" é uma reflexão bem diferente de "eu não nasci para isso" Quem pensa assim, tem a atitude de uma pessoa rica, portanto, está muito mais perto de chegar lá É o que eu chamo de mentalidade empreendedora

Ela não se resume a ideia de ter um negócio próprio, mas a capacidade de construir planos para crescer, o pobre sem dinheiro de hoje deve buscar essa mentalidade positiva, proativa e empreendedora Assim, terá todas as condições de se tornar rico no futuro Pessoas empreendedoras, estabelecem objetivos e trabalham para cumpri-los Quando surge um problema, o foco está na solução para ele, não em lamentações Meu trabalho como consultor financeiro é mostrar as pessoas que a busca pela prosperidade começa dentro de cada um

Você viu que uma pessoa pobre pode ter uma atitude negativa e resignada, mas também pode ter a ambição de buscar uma condição mais estável Gostou desse vídeo? Deixe o seu comentário logo abaixo e se quiser aprender a usar melhor o seu dinheiro e ter mais qualidade de vida, clique no link logo abaixo e ative suas notificações, você vai ter acesso em primeira mão aos vídeos que eu faço para te ajudar a desenvolver sua inteligência financeira Lembre-se: uma vida mais próspera começa pela mentalidade certa Enriquecer é uma questão de escolha! Um grande abraço e até o próximo vídeo