Você é o que os outros acreditam que você é | Oi Seiiti Arata 46

Oi! Seiiti Arata É impossível não acabar sendo do jeito que os outros acreditam que você é

Esta frase do escritor colombiano Gabriel García Márquez revela que você é influenciado pelas pessoas ao seu redor E por consequencia lógica, você influencia quem te rodeia No episódio anterior nós falamos da dificuldade em encontrar a verdade por causa do preconceito e dos rótulos Vamos continuar essa conversa 1

O Golem Effect desperta o que existe de pior em você O Golem Effect é um efeito que acontece quando os indivíduos reduzem suas expectativas e portanto diminuem seus resultados Muitas vezes nós estamos rodeados por pessoas que nos colocam pra baixo e prejudicam a nossa autoconfiança Pode ser o seu chefe no trabalho, seu professor na escola, ou até mesmo um parente querido que te deseja coisas boas mas que sem querer acaba causando esse sentimento Pode ser um amigo íntimo que queria fazer uma brincadeirinha mas acabou te magoando Essas pessoas podem nos colocar pra baixo principalmente se forem pessoas que nós admiramos e cuja opinião nós respeitamos

2 Não trate as pessoas como lixo Pra você que é empresário (principalmente) ou gerente e trabalha liderando equipes, é importante manter em mente que o Golem Effect pode prejudicar muito a qualidade do trabalho A partir do momento que você define que um determinado funcionário não presta, é burro, faz corpo mole, você começa a também dar os indicadores para que ele perceba que você não confia nele E isso, por sua vez, faz com que a profecia autorrealizável (self-fulfilling prophecy) aconteça: o seu funcionário vai continuar piorando cada vez mais até chegar a inevitável hora da demissão Se você trata as pessoas como lixo, não se surpreenda se elas te oferecerem uma atitude de lixo

3 Será mesmo IMPOSSÍVEL não acabar sendo do jeito que os outros acreditam que você é? E aqui eu peço que você se recorde do que nós conversamos no episódio 44 da série Oi! Seiiti Arata Existem diferentes maneiras sobre como podemos colocar o nosso foco Uma maneira é olhar e pensar que o funcionário neste caso é uma figura fragilizada, pobrezinha, que não tem como decidir nada sozinha e é vítima das circunstâncias, do determinismo e do Efeito Golem É um jeito

Uma outra maneira é lembrar que as pessoas sempre possuem o poder de escolha Ou seja, por mais que ela sofra em uma situação desfavorável em que está sendo julgada de forma negativa e até injusta, é apenas ela quem tem a capacidade de virar o jogo Pra não ser vítima do fatalismo e do determinismo, coloque o foco no controle da sua vida Não deixe a opinião dos outros contaminar a visão de quem você é Faça o melhor que você pode hoje, reconheça suas limitações e use isso como incentivo para continuar se aperfeiçoando

Mesmo diante de fracassos, reformule, reinterprete de modo a entender os tropeços da vida como um processo continuado de crescimento e melhoria 4 Se você acredita que consegue, ou que não consegue, você tem razão Essa aqui é uma frase atribuída a Henry Ford: Se você pensa que pode ou se você pensa que não pode, de qualquer forma, você tem toda a razão Novamente eu falo de foco pois é isso o que orienta a nossa vida

Se você coloca seu foco nos efeitos terríveis do Efeito Golem e que você é fruto inevitável da opinião alheia, bem, então é esse o tipo de vida que você vai colher Se você por outro lado coloca seu foco no seu potencial de virtude e autodeterminação, se você tem fé e tem a vontade de construir seu próprio destino, é isso o que vai acontecer Consegue entender? O poder de escolha é seu Depende do seu foco 5

Não dê seu poder a ninguém Quando você leva demais em conta a opinião dos outros você está entregando a eles um poder de influência na sua própria percepção de quem você é e o que você pode ser Será que faz sentido carregar um estigma? E se conseguirmos desenvolver a nossa capacidade de assimilar as críticas de forma a estimular o nosso progresso, inclusive as críticas que consideramos injustas e desmedidas? Onde é que eu tenho maior capacidade de controle? Em treinar o meu ouvido pra saber lidar melhor com as críticas? Ou em tentar aquela tentativa de modificar o que o outro fala? Pra mim, parece mais racional mudar a maneira como eu escuto

E vamos também prestar atenção quando nós fazemos comentários negativos sobre os outros Gentileza é sempre uma virtude a cultivar No papo de hoje, não estamos dizendo que qualquer impressão é sempre falsa ou subjetiva Se alguém critica meu trabalho dizendo que sou muito devagar no trabalho, não significa que eu era uma pessoa produtiva e que vou me tornar devagar por causa do Golem Effect É bem possível que eu realmente não estivesse apresentando a performance desejada

Por isso, vamos sempre equilibrar as avaliações objetivas e os fatos juntamente com as percepções subjetivas e principalmente usar o nosso foco para determinar qual é a melhor escolha a ser realizada O que temos que lembrar é sempre que somos livres para nos tornarmos o que quisermos Não atribua peso demasiado no julgamento alheio E de forma semelhante lembre de ter gentileza ao se comunicar com o próximo, pois existe poder em nossas palavras Você já sabe o que eu vou falar pois é muito importante: controle o seu FOCO e controle o seu destino

Visite agora aratase/cursofoco pra começar agora