Relacionamentos sem drama

Vamos bater um papo sobre relacionamentos sem drama? RELACIONAMENTOS incluem todo tipo de interação, incluindo patrão e funcionário, entre pais e filhos, entre irmãos mas principalmente amoroso num casal que quer relacionamentos sem drama Vou explicar aqui em trinta segundos qual é o padrão de drama

Nós estamos falando daquela briguinha por algum motivo besta, mas que a pessoa de repente explode Ela fica descontrolada e joga tudo na cara da outra Se forem acusações injustas vai rolar uma sequência de frustração com ofensas e talvez até um distanciamento E depois? Bom, depois que passa aquele drama, vem uma tristeza, um vazio, que é o momento de desculpas, de choradeira ou promessa de que tudo vai mudar Temos um momento de estabilidade até que novamente acontece um acúmulo de frustração e raiva e uma nova briga acontece

Veja que eu não preciso ser mago da bola de cristal pra saber que se você está num relacionamento com drama, você se identificou neste padrão que eu acabei de desenhar Isso é psicologia básica, é só parar pra pensar e a gente descobre quais são os comportamentos esperados, quais são as reações diante de diferentes gatilhos E se você não se identificou com esse padrão, parabéns, os seus relacionamentos são maduros O relacionamento adulto não tem drama Fica a vontade pra repassar esse vídeo pra quem você acha que precisa aprender o modelo comportamental que eu estou compartilhando aqui contigo nesse papo

Quem entender a teoria do vídeo vai conseguir modificar comportamento pra viver relacionamentos sem drama Vamos lá? Por favor pega aí um caderno e uma caneta e desenha um triângulo igual esse meu aqui Este aqui é o triângulo dramático de Karpman e nós vamos escrever aqui em cima a letra R de Resgatador, P de Perseguidor e na parte de baixo a letra V de vítima – Seiiti, mas eu não tou entendendo Onde é que eu entro nessa história? Quem sou eu, o Resgatador, o Perseguidor ou a Vítima? Calma que a gente vai aprender que você não é nenhum destes, pois eles são apenas máscaras que vão trocando

Isso aqui funciona pra diferentes tipos de relacionamento, você pode usar o gênero masculino ou feminino, escolhe entre ELE e ELA da forma que você quiser, combinado? Muito bom, o triângulo funciona assim: A pessoa que está no papel de Resgatador usa a máscara da pessoa boazinha, de super herói que se sacrifica pelos outros e portanto inicia um relacionamento com alguma pessoa que usa a máscara de Vítima, que é aquela toda delicada que está passando por dificuldades e que precisa ser resgatada por ser incapaz de cuidar da própria vida A Vítima entrega o seu poder pro Resgatador Num primeiro momento essa dinâmica é boa pros dois: o Resgatador se sente importante, se sente valorizado, se sente necessário ao relacionamento A Vítima se sente também valiosa, pois agora ela tem bastante atenção, tem alguém que se importa, alguém forte, alguém que resolve todos os problemas Tudo parece lindo e maravilhoso por um tempo até o dia em que acontece uma briga

Tem DOIS tipos de briga A primeira briga é quando o Resgatador fica de saco cheio de fazer tudo sozinho e daí acontece um dos seguintes cenários (ou ambos) 1) O Resgatador começa a reclamar que ele está engolindo muita merda e que isso está errado Ele está assumindo todas as responsabilidades Ele não recebe nada em troca O Resgatador não se sente valorizado, fica com raiva e daí de repente ele muda de máscara, indo pro outro lado do triângulo: ele usa agora a máscara de Perseguidor, que é um tipo de controlador que critica e que fica acusando e julgando

Isso acontece geralmente com alguma coisinha besta, alguma briga por causa de alguma atividade doméstica de cuidar da casa, alguma frase, algum detalhe Ou então: 2) O Resgatador está estressado, começa a ficar quieto e não interage mais com aquela doçura de antes com a Vítima e quer se isolar Ele sai, vai torrar dinheiro em compras, vai pra balada, enche a cara, pula a cerca, arruma briga, enfim começa a fazer coisas muito estranhas pra extravasar E essas ações são um tipo de desforra merecida Esse senso de merecimento é muito claro: o Resgatador pensa “eu aguento cada uma, eu mais do que mereço dar uma relaxada agora”

Em ambos os cenários, o que está acontecendo com o Resgatador é um tipo de raiva acumulada em que ele sente que o relacionamento não está justo Que ele se esforça mais do que a Vítima Que a Vítima não reconhece todos os sacrifícios que ele tem feito O Resgatador está agora num momento muito delicado, pois sabe que está sendo agressivo, ofensivo, abusivo, raivoso E isso não é coerente com o amor que existe na base desse relacionamento

O Resgatador começa a se odiar e pega agora a máscara de Vítima E é nesse momento em que a pessoa que estava com a máscara de Vítima troca e vai pra parte de cima do triângulo, pegando a máscara de Resgatador e diz algo como “Puxa, me desculpa, eu não tinha noção do que você estava sentindo Eu te amo, eu vou fazer de tudo pra você se sentir melhor” E a outra pessoa, por estar com a máscara de Vítima, também vai pedir desculpas, vai admitir todos os abusos que cometeu quando estava com a máscara de Perseguidor, vai chorar e ficar deprimida Depois que esse drama de novela acaba, eles retornam pras posições iniciais, que é o ponto normal pra eles

Mas lembra que eu disse que tem dois tipos de briga? A gente viu o que acontece quando o Resgatador fica com raiva Agora vamos ver o que acontece quando a Vítima fica com raiva Segundo tipo de briga Chega um dia que a Vítima fica de saco cheio de ser Vítima, tratada igual uma pessoa incapaz de cuidar da própria vida Ela começa a ficar sufocada, se sente infantilizada

Ela não é levada a sério Ela então solta a máscara de Vítima, sobe e pega a máscara de Perseguidor, reclamando de não ter independência, de não aguentar tanta intervenção na vida, de não querer mais esse controle E daí o Resgatador tem que descer pra pegar a máscara de Vítima, geralmente com algum choramingo do tipo “Mas eu só quero ajudar porque eu te amo!” Tá acompanhando? O que é que vai acontecer? Onde tem Vítima tem Resgatador: então a outra pessoa solta a máscara de Perseguidor, pega a máscara de Resgatador e pede desculpas Eles fazem as pazes e voltam pras posições originais É que apesar de serem papéis que vão se alternando, existem alguns papéis que são mais recorrentes pra cada pessoa dependendo da personalidade, do histórico e outros fatores

Consegue ver como o relacionamento no triângulo é carregado de problemas? Seja a pessoa que está com a máscara de Vítima ou de Resgatador vai precisar de ter o poder de ler mentes pra poder ajudar Ela tem que saber o que fazer mesmo quando a outra pessoa não está falando O Resgatador se sente demasiadamente responsável Eles misturam os problemas: se você tem um problema, então eu tenho um problema e vou sofrer até conseguir resolver o seu problema A Vítima então sente falta de empatia: em vez de ser compreendida parece que ela só escuta críticas

– Mas Seiiti o que eu faço? Como é que eu saio dessa? A solução está em sair do triângulo e parar de usar máscaras E a posição fora do triângulo é na posição de Adulto Veja aqui: nós temos duas letras A representando adultos que estão em igualdade Em relacionamentos adultos, está muito claro quem é que tem o problema Por isso que nós traçamos uma linha vertical de divisão

Se você está sentindo, então o problema é seu e é você quem precisa decidir o que fazer a respeito E caso você precise da minha ajuda, então é você quem tem que me dizer usando palavras sobre o que é especificamente o que você espera do meu lado Se você não falar, não tem como eu adivinhar Se você não falar, não tem como eu adivinhar Na posição Adulta nós percebemos que as máscaras não são reais, são apenas máscaras

A Vítima não é indefesa: ela tem capacidade de conseguir soluções de forma independente O Perseguidor não é malvado: ele está tentando ajudar quando critica, pois quer contribuir empurrando a maneira de ver o mundo aos outros O Resgatador não é bonzinho, ele tem suas necessidades, sua carência, suas inseguranças e o mundo não vai acabar se ele não conseguir exercer a bondade dele São máscaras que escondem pessoas muito mais completas por trás Entender isso nos dá mais opções

Quem está com a máscara de Resgatador pode aprender a soltar a máscara deixando de ajudar quem não pede por ajuda, parar de ficar se intrometendo na vida dos outros Quem usa a máscara de Salvador também precisa encontrar formas de se sentir bem sem ter que ser um super herói que compra amor com atos de bondade Enfim, “vá se divertir!”, “cuide de você, cuide da sua vida!” Para largar a máscara de Perseguidor, a dica também é parar de se intrometer na vida dos outros Tente entender o todo das pessoas

Não fique focando apenas nas falhas ou erros dos outros Ninguém é perfeito Tente se sentir bem sem ter que humilhar os outros, sem se achar o dono da verdade, sem ficar julgando e rotulando Para largar a máscara de Vítima, a pessoa pode exercitar seu pensamento lógico Como eu posso cuidar de mim? O que eu posso fazer por mim? De que forma posso resolver isso sozinho? Como enfrentar o medo de viver sem muletas, sem ficar dependendo de pessoas boazinhas? A conversa tá boa, mas vamos amarrar tudo? Lógico que a vida não é tão simples assim e cada caso é um caso

Se você tem participado do triângulo por muito tempo, é importante que a outra pessoa também entenda como o triângulo funciona e queira de verdade mover pra um relacionamento adulto Pois se ela não perceber e você começar a parar de usar as máscaras do triângulo, é provável que ela tenha uma resistência, tentando te puxar pra dentro do triângulo de novo Atenção aqui pois é aqui que pode morar um relacionamento abusivo Você já viu É Vítima querendo se tornar mais independente e daí acaba sendo oprimido pelo Salvador que vira Perseguidor

O que o Perseguidor diz? Você não tem capacidade, que você vai se machucar, que você tem que baixar a bola Em alguns casos ele pode até espancar, perseguir, invadir privacidade xeretando celular, gritar e abusar de todo jeito, fisica e moralmente Cuidado E se o Resgatador também decide cair fora do triângulo, tem Vítima que ameaça se suicidar, entrar em depressão, joga um monte de acusação do tipo “como é que você pode me abandonar” e usa vários tipos de chantagem emocional pra prender a pessoa dentro do triângulo Cuidado! A vida fora do triângulo é a de relacionamentos adultos sem drama e eu espero que você possa viver uma vida plena sem máscaras

Por hoje era isso que eu queria compartilhar com você Eu sou Seiiti Arata, da Arata Academy e o meu trabalho é produzir cursos online que ajudam você a refletir e melhorar sempre Por isso, me conte por favor usando os comentários qual foi a utilidade desse modelo de relacionamento sem drama pra você ou pra pessoas que você conhece e que podem aproveitar essas ideias de hoje Eu vou continuar preparando mais vídeos sobre comunicação e relacionamentos e te mando por email se você tiver se cadastrado no nosso site ArataAcademycom

E o futuro hein? Tem três tipos de resultado possível: 1) quem tentou sair do triângulo pra ficar na posição de Adulto não aguenta e acaba retornando pro triângulo 2) quem saiu do triângulo consegue se manter na posição Adulta e se recusa a voltar pro triângulo Aqui o relacionamento vai pro espaço, e quem continua no triângulo vai ter que procurar outra pessoa que substitua e cumpra o papel 3) quem ficou no triângulo percebe que também precisa sair e assumir uma posição Adulta Essa aqui é a forma mais difícil pois exige um comprometimento mútuo de crescimento e aprender novas formas de expressar amor